Cartão de registro profissional sucede anotação na CTPS

Gabryella Fernandes

Gabryella Fernandes Publicado 24/02/2016 


Com o intuito de substituir as anotações nas Carteiras de Trabalho e Previdência Social (CTPS), o Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) passa a fornecer pela internet um cartão de registro profissional.

A iniciativa, publicada no Diário Oficial da União (DOU) do último dia 27, visa aumentar a segurança dos dados e meios de validação, além de dar mais modernidade e rapidez aos trabalhadores que necessitam do registro.

Após terem o pedido aceito pelo Ministério do Trabalho, os profissionais devem acessar o Sistema Informatizado de Registro Profissional (Sirpweb), disponível no site do órgão, para impressão do documento.

Produzido para arquivar informações de documentos profissionais, o Sirpweb objetiva, além de agilidade, dar transparência aos procedimentos relacionados às demandas de registro, observando a Lei de Acesso à Informação.

Dessa forma, não será mais preciso voltar ao local de atendimento para registro na CTPS. 

Categorias profissionais

O registro profissional é uma forma de cadastro do Ministério do Trabalho a fim de proporcionar a inserção no mercado de trabalho.

A iniciativa é voltada às seguintes categorias reguladas por normas federais:

  • Agenciador de propaganda;

  • Arquivista;

  • Artista;

  • Atuário;

  • Guardador;

  • Lavador de veículos;

  • Jornalista;

  • Publicitário;

  • Radialista;

  • Secretário;

  • Sociólogo;

  • Técnico em arquivo;

  • Técnico em espetáculos de diversões;

  • Técnico de segurança do trabalho;

  • Técnico em secretariado.

Fonte: Netspeed

 

Voltar ao topo